Apresentação

O Centro Jovem Tabor enquanto Instituição Particular de Solidariedade Social, que actua na área do acolhimento de jovens em risco, sendo apoiada através de protocolos de cooperação com a Segurança Social, detém elevadas responsabilidades.

De acordo com os vários princípios orientadores da Lei de protecção de jovens em risco, decorrem comprometimentos para com os jovens institucionalizados e sobretudo a responsabilidade para com a sociedade, de promover projectos de vida destinados à integração social dos menores que são acolhidos, através de processos de promoção e protecção.

Educar jovens adolescentes, que foram retirados à família por esta ser incapaz de lhes proporcionar um ambiente favorável ao seu desenvolvimento, requer por parte da instituição de acolhimento, um conjunto de competências específicas e sobretudo uma elevada motivação e disponibilidade para resistir aos comportamentos desafiadores, carregados de rebeldia e revolta, por estarem numa casa que não sentem como sua.

Conscientes das nossas responsabilidades, pretendemos transmitir aos jovens que acolhemos o sentido da vida baseado em valores, acreditando que um caso de sucesso torna-se, por ele próprio, um agente socializador no seio da família e da comunidade.

Não pretendemos mudar o mundo, mas sim, demonstrar a nossa disponibilidade e responsabilidade para participar na mudança e na construção de uma sociedade livre e respeitadora de direitos e deveres.

Paulo Guilherme Mota Lourenço

Presidente da Direcção